3 de julho de 2013

Frases que nunca devem ser ditas no trabalho


Atitudes no mercado de trabalho podem gerar conflitos entre os membros da equipe. Por isso, Darlene Price, autora do livro Well Said! Presentations e Conversations That Get Results (Apresentações e conversas que dão resultado) selecionou dez frases que não devem ser ditas dentro do ambiente corporativo.

"Não é justo" – Não reclame de injustiça. “Junte dados e informações que apresentem bem o seu trabalho e façam com que ele seja reconhecido.”

"Não é problema meu", "Não sou pago para isso" – Não se demonstre indiferente às necessidades do outro. Evite atitudes egoístas.

"Eu acho" – “Que frase soa melhor: "Eu acho que a nossa empresa pode ser uma boa parceira para você?" ou "Eu acredito que a nossa empresa pode ser a uma boa parceira para você? O "Eu acho" transmite uma certa insegurança para o interlocutor.”

"Eu vou tentar" – Quando você usa essa frase, está implícito que há a possibilidade de falharmos. Prefira a frase “vou fazer”.

"Ele é um idiota", "Ela é uma preguiçosa", "Odeio essa empresa" – “Se você tiver uma reclamação realmente pertinente sobre alguém ou alguma coisa, tente comunicar seus superiores com tato e neutralidade.”


"Mas nós sempre fazemos desse jeito" – “Uma frase como esta revela exatamente o oposto, ou seja, que você está fechado para novidades. Em vez de dizer isso, tente falar: "Que interessante, como poderíamos fazer esse trabalho?" Ou "Isso é bem diferente do que temos feito, vamos discutir os prós e contras".”

"Isso é impossível" ou "Não há nada que eu possa fazer" – Evite posturas negativas ou pessimistas.
"Você deveria ter feito assim" ou "Você poderia ter feito de tal forma" – Ao falar desta forma, pode ser possível que crie um desconforto dentro da equipe. “Ao dar um feedback, tente usar expressões como "Da próxima vez, me passe as informações imediatamente" ou "Recomendo que no futuro você...".”

"Eu posso estar errada, mas..." ou "Esta pode ser uma ideia boba, mas..." – Não deprecie suas sugestões. Substitua por “a meu ver” ou “na minha opinião”.

Eu não tenho tempo para isso agora" ou "Estou muito ocupado" – “Ninguém quer se sentir menos importante” que outra pessoa ou alguma coisa. “Prefira dizer: "Será que podemos discutir isso outra hora?" ou "Que tal se eu passar na sua sala em 15 minutos para discutirmos isso?".”

Para conferir essa matéria na íntegra, acesse o site da Revista Época

Nenhum comentário:

Postar um comentário