8 de agosto de 2013

10 coisas que você não deve fazer em sua tese ou dissertação


Escrever um trabalho acadêmico de conclusão de curso é ao mesmo tempo uma tarefa incrível e árdua. O site Pós-graduando fez uma lista com algumas dicas para quem está percorrendo este caminho: 

1) Não procrastine – Tenha disciplina! “Organize seu tempo, estabeleça metas diárias, semanais e mensais, e se policie”. 

2) Não seja perdido – “Depois de todo o trabalho de coleta e análise dos dados, e com suas hipóteses e seus objetivos em mente, escreva suas conclusões. As conclusões não devem ser a última parte a ser escrita. Devem ser a primeira. Assim, é possível planejar todo o texto para que ele conduza e prepare o leitor para as conclusões. A definição das conclusões do trabalho também poderá auxiliá-lo na redação de todo o texto, principalmente, na discussão dos resultados”. 

3) Não economize na leitura de artigos – “Dominar o assunto sobre você está escrevendo e fundamental, por isso, não tenha preguiça de ler muitos artigos”. 

4) Não subestime a ABNT – “Não existe nada mais chato que formatar um texto segundo as normas da ABNT. Evite deixar para fazer isso apenas após o término do trabalho, quando provavelmente estará cansado e sem muita paciência”. 

5) Não especule – “Cada afirmação do seu texto deve ser capaz de ser respaldada por dados, informações e interpretações encontradas em artigos e textos de outros autores ou na sua própria pesquisa”. Não importa os autores consultados, desde que suas afirmações no trabalho sejam embasadas. 

6) Não coloque em seu texto algo que não saiba explicar – Se um assunto abordado for imprescindível ao seu trabalho e você não o entende, “trate de estudar e dominar aquele assunto”. Se for apenas uma informação complementar que você não está compreendendo, não use-a no trabalho. Existe uma grande “probabilidade da banca perguntar sobre isso”. 

7) Não faça uma “colcha de retalhos” – Não use apenas opiniões de outros autores, seja capaz de formar sua própria opinião, através da conjugação de dados de diversos autores, com sua pesquisa e seus resultados. 

8) Não fique com apenas duas opiniões – Após você e seu orientador lerem algumas vezes o trabalho os erros começam a passar despercebidos. Por isso, peça a outro professor, seu (sua) namorado (a), pais, vizinhos e colegas de trabalho lerem também. Além de encontrarem possíveis erros, eles fornecerão uma visão diferente do trabalho a você. 

9) Não confie em seu computador – “Tenha cópias do seu trabalho impressas, em seu e-mail, em HD externo e nas “nuvens”(...). Também não confie em sua impressora na véspera da entrega do trabalho. Se possível, termine e imprima seu trabalho com um dia de antecedência para evitar surpresas desagradáveis”. 

10) Não brigue com seu orientador – Se ele demorar a responder seus e-mails ou torpedos, tenha paciência. Afinal, na hora da defesa, ele pode comprar sua briga ou te jogar para os leões”. 

Boa sorte na elaboração e apresentação de seu trabalho! 

Fonte: Pós-graduando

Nenhum comentário:

Postar um comentário