5 de setembro de 2013

Não deixe a crise pessoal afetar a vida profissional

Todo mundo tem problemas pessoais, seja de saúde, a perda de alguém próximo, dificuldades financeiras ou brigas familiares. Mas, como é preciso trabalhar, o profissional deve aprender a adequar essas crises a seu dia a dia no trabalho, para não prejudicar seu desempenho e também o dos colegas. 

O ideal, claro, é tentar manter as crises pessoais fora do ambiente de trabalho. Mas, quando não for possível, para os especialistas, é preciso ter maturidade e se esforçar o máximo para reorganizar o seu cotidiano profissional para que este não seja também afetado pelos problemas caseiros. 

Dependendo do tipo de problema e de suas interferências negativas na produtividade, o mais saudável é o profissional negociar seu afastamento até a resolução do mesmo, destacam os especialistas. 

Uma conversa sincera com a chefia imediata pode ser o primeiro passo para que a crise pessoal não acabe afetando o lado profissional. Se necessário, o profissional não deve ter recei
o de negociar uma ausência temporária. 

Para ler mais sobre o assunto, acesse o site do jornal O Globo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário