4 de fevereiro de 2015

CRA-RJ promove palestra sobre gerenciamento de projetos

“Gerenciamento de projetos: Certificações PMP, CAPM e Gerenciamento de riscos” foi o tema da palestra realizado no auditório Adm. Gilda Nunes, na sede do CRA-RJ, dia 29 de janeiro. O responsável por trabalhar o tema foi o professor e gerente de projetos Marcelo Lima da Silva.

Durante sua apresentação, Lima demonstrou a importância da qualificação dos profissionais que atuam ou desejam trabalhar nesse segmento.

O palestrante explicou que para obter certificação em Project Management Professional (PMP) é preciso que o interessado tenha formação de nível Superior e 4,5 mil horas trabalhadas com projetos. Caso a pessoa possua apenas o Ensino Médio, ela deve comprovar 7,5 mil horas de atuação nessa área. Além disso, é preciso ter um curso preparatório com mínimo de 35h.

O palestrante explicou que a documentação comprobatória de capacitação é emitida pelo Instituto de Gerenciamento de Projetos (PMI – sigla em inglês). Este órgão foi fundado em 1969, nos Estados Unidos e atualmente é a organização mais reconhecida mundialmente por disseminar as melhores práticas nesta área.

“Para o Administrador que gerencia projetos ou pretende atuar neste seguimento, ter este certificado é fundamental porque ele terá um serviço mais previsível e controlado. O profissional saberá solicitar documentação mais consistente aos seus gerenciados e isso gerará mais valor dentro da organização onde ele atua”, argumentou Lima.

No que diz respeito ao gerenciamento de riscos, Lima ressaltou que é preciso estar atento a todas as variáveis para não ser pego de surpresa. Ainda de acordo com o palestrante, não se pode somente pensar que coisas ruins irão acontecer.

“O risco negativo é o chamado ‘risco puro ou estático’, pois só pode acontecer algo ruim. Quando eu tenho chance de conseguir algo bom é o denominado ‘especulativo’, ‘dinâmico’ ou ‘empresarial’, pois tem a possibilidade de ser algo muito benéfico ou não”, explicou Marcelo Lima.

Lima ainda ressaltou que mesmo o Administrador que não deseja gerenciar projetos pode entender o seu funcionamento para dialogar de igual para igual os especialistas. Além de poder comandar melhor os seus subordinados em momentos específicos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário