28 de julho de 2017

Empreendedorismo, startups e tecnologia são sinônimos da Administração

O empreendedorismo e startups visam atender as demandas de mudanças tradicionais impostas pela criação de novos negócios no mercado. Ambos necessitam do planejamento e, principalmente, da implementação de diretrizes para alavancar seu negócio. Uma área fundamental de atuação dos Administradores e estudantes da área de Administração. 

De acordo com o Sebrae, ‘empreendedor’ é aquele que inicia algo novo, enxergando possibilidades onde ninguém vê e as realiza com antecedência, saindo da parte do sonho e do desejo, para concretizar a ação. Atualmente, a tecnologia é uma ferramenta crucial para aqueles que desejam impulsionar o empreendimento dentro ou fora das organizações.

O Sebrae também pontua que ‘para atingir a visão empreendedora é necessário agir através da produção de novas ideias, congruência, criatividade e principalmente de forma inovadora’.

Para o Adm. Diego Braga, CEO e Fundador do Aplicativo “vemcmg”, idealizado para o transporte de passageiros em motocicletas, o Brasil está numa posição favorável com relação ao tema. O conceito de Startups, apesar de antigo, vem ganhando uma ampla notoriedade, atrelando o tema diretamente aos Administradores e estudantes da área que estejam buscando um aprimoramento sobre o assunto e tenham ideias para investir financeiramente.

“Podemos denominar como Startups uma instituição de pessoas que cria produtos /serviços em um cenário de total incerteza econômica. Apesar de ser um conceito antigo no mercado de investimento, o tema está em alta devido ao surgimento de aplicativos. Uma cena ideal para Administradores, pois estão preparados para agir nesse tipo de situação”, afirmou o CEO.

O fundador do aplicativo ressaltou que a experiência como Administrador, além de fornecer um plano de negócios, lhe rendeu expertise administrativa para gerar sucesso ao aplicativo.

“A minha experiência na área de Administração minimizou o impacto. Já que todo negócio ao adentrar o mercado tende a ser disruptivo, mas o planejamento, por conseguinte o plano de negócios, minimiza os impactos iniciais. Por isso é uma área muito boa para os Administradores. Vale ressaltar que o conceito de Startups não está ligado somente para quem está criando um negócio, mas para empresas que já possuam mercado e desejam inovar em algum setor ou em seus produtos/serviços”, salientou o Adm. Diego Braga.

O Administrador participou de uma entrevista no CRA- RJ para falar sobre as Startups e tecnologia. Todo conteúdo está disponível na Rádio CRA-RJ e na CRA-RJ Play.

Nenhum comentário:

Postar um comentário