18 de agosto de 2017

Projeto deverá traçar um perfil do ensino e do mercado de trabalho da Administração no Brasil

No dia 15 de agosto, o Conselho Federal de Administração apresentou oficialmente o Observatório Nacional de Egressos dos Cursos de Administração (Onecad) durante a reunião plenária no estado do Amapá. O projeto tem como principal objetivo traçar um perfil dos egressos dos cursos de Administração e áreas conexas, verificando a trajetória profissional e de que forma o conteúdo aplicado pelas IES ajudou sua inserção no mercado de trabalho.

Dividido em duas fases principais, com a primeira (piloto) envolvendo todo o Sistema CFA/CRAs e a segunda englobando também as Instituições de Ensino Superior, o projeto fará uso do Sistema Corporativo do CFA para a realização do levantamento de dados necessários para a análise e consequente geração de resultados. O Onecad terá como base neste primeiro relatório os concluintes dos cursos de Administração e áreas conexas dos últimos dez anos.

Para o Adm. Wagner Siqueira, presidente do CFA e conselheiro federal pelo Rio de Janeiro, o desenvolvimento de uma pesquisa completa sobre o perfil dos egressos traz uma realidade mais clara sobre a atuação dos profissionais formados pelas IES, criando uma relação entre a qualidade educacional e a aplicabilidade deste ensino no mercado de trabalho, saindo da esfera do “achismo” para um reflexo mais profundo sobre a Administração no Brasil.

“A gente vai saber se o Administrador está ou não está empregado. E a instituição vai ter todo interesse em fazer o convênio, que será realizado via Conselhos Regionais, que são os detentores dos principais dados. Nós poderemos dizer onde está atuando aquele profissional formado por ela. Interessa aos coordenadores de curso saber o que está acontecendo com os seus estudantes após a formação. Esse é o sonho dourado da educação brasileira’, afirmou o presidente do CFA.


Segundo o Adm. Mauro Kreuz, diretor da Câmara de Formação Profissional do CFA e responsável pelo desenvolvimento do projeto, o Onecad trará benefícios tanto para o Sistema CFA/CRAs quanto para as Instituições de Ensino Superior.

“Nós temos muita coisa a revelar com esse observatório e que certamente vai aparecer, mudando radicalmente a realidade do sistema profissional e também da educação. Saber qual é a empregabilidade dos nossos profissionais por setores e atividades econômicas, a mobilidade geografia e socioeconômica desses profissionais, gerar a possibilidade de melhorar o ensino de Administração e gerar um feedback para as IES a respeito do acompanhamento dos seus egressos são parte dos nossos objetivos”, disse Kreuz.

Convênios do CRA-RJ com IES como inspiração

Prestes a ser aplicado pelo CFA, o Onecad começou a ganhar forma a partir de uma conversa entre o Adm. Mauro Kreuz e o Adm. Leonardo Fuerth, superintende do CRA-RJ, durante a realização do XXVII Eprocad, na sede da Casa do Administrador. Segundo Fuerth, os convênios firmados entre o Conselho fluminense e as Instituições de Ensino Superior do Estado do Rio de Janeiro ajudaram a dar início ao projeto desenvolvido pelo CFA.

“A ideia do Observatório Nacional de Egressos dos cursos de Administração surgiu aqui no Rio de Janeiro, quando mencionei para o Adm. Mauro Kreuz que nós tínhamos incluído no nosso convênio com as faculdades a prestação dos nossos serviços para as faculdades do Rio de Janeiro. Como ele já tinha pensado em algo nessa linha, propôs ao Adm. Wagner Siqueira realizar no CFA. A ideia é termos um só Observatório no Federal”, declarou Fuerth.

Nenhum comentário:

Postar um comentário